18.1.09

Parece-me uma imagem completa de efeito Freudiano, uma imagem introvertida de Cristo com a Samaritana. Eu desejaria que fosse, mas não é. Porque há o menino que pode ser filho de quem quer que seja, inclusivé filho do filho.

Mas  seria tão bom se ultrapassasse o espírito da sua autora, e nos desse uma imagem real do Cristo com o seu filho e filho por exemplo  da sua amada Maria Madalena.

Esta é a tese do «código Da Vinci», de que Cristo deixou descendentes, e de que a mulher da sua vida seria a Maria Madalena.

Eu por mim preferia que fosse a Samaritana. Faz-me lembrar, a Lianor descalça vai para a fonte, de Camões.

Estas são versões retaliadas pela igreja.

Também há a Verónica, presente na paixão de Cristo, que quanto a mim, representa as mulheres anónimas que seguiam Cristo, que o queriam ou desejavam fornicar.

Seria Nossa Senhora a a libido de Cristo, deixando o São José para seguir o seu filho Homem, passando à História como virgem, do seu filho, com o qual desejaria praticar incesto, (a igreja mata-me)?

Também há a mulher adúltera, tão sancionada pelo mundo muçulmano, quero dizer palestiniano e judaico.

Está fora de moda, porque agora há o divórcio e, em termos de prática sexual, gosta-se de trocar de parceiro, e inverter-se oral e analmente.

Afinal, quem é o menino que se perdeu, de quem é filho? É a incógnita que a autora deixa com certeza à nossa consideração!...

link do postPor memorexquer, às 16:10  ver comentários (2) comentar


 
mais sobre mim
Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
28


posts recentes
arquivos
2009

2008

subscrever feeds
blogs SAPO