16.1.09

Que pena... que pena...que pena, não ter evoluído, ou ter evoluído de maneira precocemente adulta, e que se reflectiu na ortografia indecifrável. Mas por outro lado ainda bem que não passei pelas aulas de ortografia, da escola técnica, p'la qual as minhas irmãs passaram.

Em troca tive desavenças com o Prof. de Psicologia infantil, por causa da minha letra. Abençoado Prof que, por acaso, tinha razão. Mas lá desenhar letras é que nunca aprendi...

Preço: não posso fazer exames, em folhas de ponto, para coisa nenhuma!... Fico incomunicável para coisa nenhuma. O que ainda me vai safando é o computador. Mas como tudo na vida, não é completo, às vezes prega-me a partida, faz de mim naba e desaparece. Ainda se é o meu, crio um novo post e ele pergunta-me se quero apagar o anterior. Agora se é um comentário ao teu, desaparece e não consigo recuperar.

Vamos ver como é que ele se vai comportar, quando começar a estudar espanhol, com DVD no portátil. Se não é assim diz-me como é por favor!... Do sistema não arranco nada (ordinários!!!!)

Abraço com bjos

link do postPor memorexquer, às 23:18  comentar

De Maria João Brito de Sousa a 17 de Janeiro de 2009 às 16:15
Nem queiras saber a quantidade de pessoas que têm caligrafias muitíssimo mais ilegíveis do que a tua! Conheci tantos ao longo da vida... quase todos eram pessoas sensíveis, inteligentes, criativas.
Com o espanhol dou-te uma mãozinha. Estou enferrujada, mas falei-o fluentemente durante a infãncia e guardo a boa pronúncia madrileña do meu tio Manolo Peréz Lopéz. Coitado, já foi... cancro nos intestinos. Pulmões em bom estado, apesar de fumar cigarros atrás de cigarros... ironias.
Nem de propósito! Publiquei hoje um texto sobre uma carta manuscrita!
Beijinho e até logo.

De Maria João Brito de Sousa a 17 de Janeiro de 2009 às 16:18
Que se passa com o teu contador? Está invisível?

 
mais sobre mim
Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

15

19
20
21
22
23
24

26
27
31


arquivos
2009

2008

blogs SAPO